terça-feira, 27 de dezembro de 2011

O Pródigo que não voltou.

É assim que termina a história de um moço que tinha tudo para ter uma carreira brilhante. A começar pelo nome, Absalão: “pai da paz”. Mas a sua vida mostra que ele, na verdade, “era pai da encrenca”, não pai da paz. Era também, segundo o relato bíblico, considerado o moço mais formoso/bonito do seu tempo. Seria hoje galã de novela “GEANECHIN” da globo. …. Não bastasse isso era filho do rei. Mas com toda virtude estética, com a descendência real, com um nome tão promissor, ….. o seu caráter era horroroso.

Absalão faz um contraste com o personagem que nós estudamos às quartas-feiras na chamada “parábola do filho pródigo”. Vimos naquela parábola seis mensagens enfocando o Pródigo que voltou, mas Absalão é o pródigo que não voltou. – Ele se distanciou do pai, gastou os seus talentos, a sua vida, a sua energia, gastou tudo longe do pai e acabou morrendo longe do pai.

Pródigo é alguém que dissipa, que gasta. Dissipou a vida, a mocidade, as oportunidades, tudo e termina sua vida com uma história um tanto trágica. Ele vai fugindo num mulo e acaba ficando ferido porque fica enganchado num carvalho. Joabe, seu inimigo, vem e atravessa três dardos no seu coração e o mata, e a fúria contra ele é tão grande que vem mais dez moços matá-lo bem matado, para ter certeza de que realmente está morto. … Absalão, o pródigo que não voltou.

Ficamos pensando em histórias não muito felizes de pessoas que estão desperdiçando a vida longe de Deus. Como pródigos estão gastando seu tempo, seus bens, sua saúde, dissipando as oportunidades, todas estas coisas estão indo embora por entre seus dedos e com certeza a história delas será também trágica.

Estudamos por seis semanas a história do pródigo que voltou e foi restaurado, e nesta noite vamos ver a história do pródigo que não voltou. Gostaria que examinássemos a vida de Absalão centrando-nos em alguns textos fora deste que é o básico, mas não o único para verificarmos se não é o caso de termos também alguém aqui que esteja, à semelhança de Absalão, correndo o risco de morrer longe do Pai celestial.
A história do pródigo que não voltou começa porque ele afastou-se do pai por causa do pecado e não foi, o que nós chamaríamos do ponto de vista social, um “pecadinho”, esse foi dos grandes. (Se bem que para Deus não existe “pecadinho” ou “pecadão” – É tudo pecado…) – Absalão matou o próprio irmão, e tramou o assassinato, não por um impulso, mas foram dois anos tramando e maquinando a morte do irmão.

O capítulo 13:23 nos informa que passados dois anos, Absalão convidou todos os filhos do rei para uma festa e, no v. 28 diz que ele mandou seus empregados embebedar seu irmão Amnom e depois de ficar bêbado, pelo seu sinal, eles deveriam mata-lo!

Juntou uma tropa para matar um bêbado! … Este era o critério de Absalão. Por dois anos ele acalenta a morte do irmão, e conseguiu. Por isso agora, entre ele e o pai, o rei Davi, foi construída uma enorme barreira, e ele tem que fugir, porque evidentemente o pai não deixaria que aquilo passasse em branco, e o v. 34 traz este relato: Absalão fugiu. É o que tinha para fazer. É a história de um homem que levanta uma barreira entre ele e seu próprio pai. Ele não tem como ficar na presença do pai.

Vamos transportar isto para a área espiritual. Da mesma maneira o pecado levanta uma barreira entre o homem e seu pai celestial. O pródigo da parábola que estudamos, o que voltou para casa, também teve um pecado: o de não aceitar o domínio do pai. Ele não aceitava a direção do pai, não queria viver sob sua tutela, queria autonomia, quis viver longe dele. Seu pecado foi o da arrogância eu posso viver sem meu Pai, eu não preciso Dele.

Agora o pecado deste é o ódio, o rancor, a falsidade, a insubmissão para com o pai. O irmão errara, mas cabia ao pai cobrar o irmão, que também não era flor que se cheirasse: tinha violentado a irmã. Por isso Absalão veio matá-lo. Mas a cobrança cabia a Davi, o pai! Agora, depois do ódio guardado no coração, da insubmissão à vontade do pai, do não conformismo à postura do pai ele é obrigado a distanciar-se dele.

Quantas e quantas vezes nosso inconformismo, nossa insubmissão à vontade de Deus, nosso desejo de autonomia, vontade de prescindir da direção Dele, de presumir que podemos fazer nossa ida com os nossos valores pessoais, … nos impulsiona para longe dele.
As vezes pensamos em pecado e achamos que pecado é só coisas como este de Absalão: matar, roubar, esfolar. Quando eu era criança, não sei porque, dizia-se que pecado é “roubar e não poder carregar”. Mas muita gente pensa em pecado como alguma coisa escabrosa. Entretanto a Bíblia diz que pecado é basicamente a insubmissão à vontade de Deus, é não aceitar aquilo que Deus determinou e que tem estabelecido.

Isso nos impulsiona para longe de Deus, nos afasta Dele. Aliás, o profeta Isaías (59:2) diz assim: “O problema são os seus pecados; por causa deles, vocês estão separados de Deus. Por causa dos seus pecados, Deus virou o seu rosto de vocês e não ouve mais o que vocês pedem”. – Ou seja, quando há pecado não há comunhão. Quando se vive em insubmissão à vontade de Deus só haverá fuga, distanciamento, haverá uma barreira que nós mesmos levantamos.

Entretanto alguém pode dizer: “Puxa, ainda bem que não sou como Absalão, não matei irmão. Ainda bem que não sou como Amnon, jamais me passou pela cabeça fazer uma coisa dessas com mulher nenhuma e muito menos com minha irmã”. – Mas não é questão da violência sexual ou física, é a atitude que está no coração, a incapacidade de aceitar a vontade de Deus para a sua vida, de não se submeter a ele, de traçar suas próprias diretrizes. E Absalão se afastou, foi embora por causa do pecado…

Há um dado interessante nesta história: Talvez não tenha sentido falta, mas o capítulo 13:39 nós lemos uma frase que não pode passar ignorada: Davi, o pai, tinha saudades de Absalão! O filho não prestava, mas ele como pai sentia saudade do filho. Havia espaço no seu coração para um filho que errara, mas ele não voltou. Saiu porque quis, voluntariamente, não foi enxotado, saiu porque não podia ficar.

Vamos de novo transportar isso a área espiritual: Deus não enxota ninguém da sua presença. Se você se afastou de Deus foi você que se afastou, não foi ele quem lhe virou as costas, não foi ele quem deixou de lhe estender as mão. Assim como Davi sentia saudade de seu filho também Deus tem saudade de cada filho que se distanciou dele. Absalão, o pródigo que não voltou, afastou-se do pai por causa do pecado, e este foi o início de sua trágica história. Absalão, o pródigo que não voltou, endureceu o coração contra o pai.
Podemos fazer um contraste deste que não voltou com o que voltou da parábola contada por Jesus. O que voltou caiu em si, o texto de Lucas 15 diz: “caindo porém em si disse: quantos empregados de meu pai tem fartura de pão e eu aqui pereço de fome”. Ou seja, este não, ficou dois anos distantes sem nenhuma preocupação. Ele voltou definitivamente para casa…

E o capítulo 14:28 de II Samuel nos informa que Absalão voltou para Jerusalém, a cidade onde morava a família, mas ficou dois anos sem ver a face do rei. Ou seja, voltou para a cidade onde seu pai estava, para a sua cidade natal, era filho do rei, mas ficou dois anos sem ver o pai.

Neste tempo que voltou para a cidade, não foi procurar o pai ou reconciliar-se com ele. Endureceu o coração contra o pai. Foi tramando no seu coração alguma coisa contra o pai. Nunca houve no seu coração o desejo de pedir perdão ao pai. – ………. É um fardo enorme para uma pessoa viver longe de Deus e não sentir necessidade de perdão. É colocar-se sob condenação, assumir um distanciamento de Deus, satisfazer-se com isso e em momento algum sentir um peso no coração e reconhecer que necessita de perdão.

Esse moço achou que não precisava de perdão. O capítulo 15 de II Samuel nos informa que Absalão começa a maquinar a derrubada do Rei, seu pai. Diz o capítulo 15 que Absalão reunia seus homens e ficava na porta da cidade abordando as pessoas que vinham à Jerusalém buscar auxílio do rei para suas demandas. E então Absalão dizia às pessoas: “Se eu fosse o rei não deixaria você nesta situação. Quem me dera ser o Juiz nesta terra para ajuda-lo…” – Ele foi destruindo a imagem que o pai construíra em quase 40 anos de monarquia. Ele tentou derrubar o próprio pai.

E aí você pode dizer: bem pastor esta analogia não me cabe porque não posso derrubar Deus. Mas quem sabe você vem tentando fazê-lo. Quando você tenta dirigir a sua própria vida sem se submeter a Deus está tentando destronar a Deus. Quando vira as costas para a sua graça, para o seu amor, está tentando destronar a Deus, quando despreza a mão que Ele lhe estende na pessoa de Jesus, manifestando-lhe a vontade de te dar a salvação, está tentando destroná-lo.
Absalão ignorou o seu pai como rei. Ignorar o seu Pai Celestial como rei é também endurecer o coração. Talvez haja alguém aqui que também está endurecendo o coração contra Deus, houve o evangelho domingo após domingo e não liga a mínima para isto. Pode parecer engraçado, mas é uma desgraça, saber que o evangelho é a verdade e não querê-lo, saber que só Jesus Cristo salva e insistir em não recebe-lo.

É a pessoa que endurece o seu coração. No fim, a atitude de rebelião de Absalão chegou a tal ponto que ele chegou a tentar matar o pai. Pior que se distanciar é endurecer o coração, pior que se afastar é a atitude continuada de rebeldia, de insistência em viver longe de Deus.

O da parábola pediu perdão e este não. A pessoa que endurece o seu coração contra Deus não só chama a inimizade de Deus contra si, mas vai semeando inimizade por onde passa. O pródigo que não voltou afastou –se do pai voluntariamente, o pródigo que não voltou endureceu o seu coração contra o pai e, em último lugar o mais trágico, o pródigo que não voltou morreu longe de casa.

O outro voltou para casa, e houve festa, uma alegria enorme, banda de música, mataram o bezerro cevado, bebidas, uma alegria enorme, voltou para casa. Este não. Enquanto o outro tem uma história terminada em festa a história de Absalão termina na cova, na sepultura. Morte, e o que é pior, morte eterna, é o destino do rebelde contra Deus.

A proposta de Deus para o ser humano é tão simples, embora dura, voltar ou morrer. Render-se, depor as armas ou continuar na rebeldia até a morte. Levanta um exército, foi o texto que lemos, seu exército é desbaratado pelo exército do pai. Joabe, o homem em cujo campo ele pôs fogo o mata, e aí vem os moços e o rematam para ter certeza que ele está bem morto mesmo, aquele camarada tão ruim que tem que ter certeza que está morto. Acabou-se a história de Absalão. Morreu longe de casa.

Mas o trágico não foi apenas isto, o trágico é que ele morreu sem deixar descendência, sem deixar nenhum filho, na seqüência da história lemos que Absalão morreu sem deixar nenhum descendente, sua memória se apagou. Para os orientais esta era a maior vergonha, morrer sem deixar descendente.
E o moço que era filho do rei, que era posudo, galã, fazia as moças suspirarem quando passava, morre vergonhosamente, pendurado num carvalho, com o exército desbaratado, sem deixar filhos, na vergonha. O outro sentiu vergonha da sua situação e voltou para casa. Quantos empregados de meu pai tem fartura de pão e eu estou morrendo de fome. Este não sentiu vergonha e morreu não de fome, mas morreu na rebeldia.

Como disse numa das mensagens do pródigo que voltou, este é o dilema, voltar ou morrer. Insistir em viver longe de Deus é morrer espiritualmente até a morte eterna. Você está longe? Não faça como Absalão. Volte para casa.

Mas não quero terminar falando de Absalão. Vou terminar falando do pai dele. Davi não queria a morte de Absalão. II Samuel 18:5 diz assim: “O rei ordenou a Joabe, a Abisai e a Itai: Por amor a mim, tratem bem o jovem Absalão! E todo o exército ouviu quando o rei deu essa ordem sobre Absalão a cada um dos comandantes..”

Ele foi a todos os comandantes e disse: tratem o moço com brandura. – Ele era rebelde, imprestável, assassino, encrenqueiro, queria destronar e aniquilar o próprio pai mas a postura do pai era de amor, “tratai o moço Absalão com brandura por amor de mim”. – Pode ser que para vocês ele não valha nada mas é meu filho, tratem-no com brandura.

É isto que Deus faz com todo pecador, vejam o que nós lemos em Ezequiel 33:11: “Tão certo como eu vivo, diz o Senhor Deus, não tenho prazer na morte do perverso, mas em que o perverso se converta do seu caminho e viva. Convertei-vos dos vossos maus caminhos, pois por que haveis de morrer, oh casa de Israel?”

Deus não deseja a perdição de ninguém e não desejava a de Absalão. Absalão morreu e o capítulo 18:33 diz assim: “O rei entendeu as palavras do mensageiro e desandou a chorar. Saindo das portas da cidade, foi para o seu quarto chorando e clamando: Meu filho Absalão, meu filho, meu filho Absalão! Se fosse possível eu daria a minha vida pela sua! Ah, Absalão, meu filho! Meu querido filho!
Este é o clamor de um pai. Quem me dera que eu morrera por ti. Davi amava tanto a Absalão que queria morrer por ele, mas não pode. Nenhum de nós pode morrer pelo outro. Não podemos morrer pelos nossos pais nem pelas nossas mães. Não podemos morrer pelos nossos filhos, nenhum de nós pode morrer no lugar de outro, mas Cristo pode e a Bíblia diz que Deus prova o seu amor para conosco em que Cristo morreu por nós sendo nós ainda pecadores.

Davi não pode morrer por Absalão, nenhum pai pode morrer pelo seu filho, mas o pai celestial providenciou uma morte no nosso lugar, Jesus morreu para que nós não morrêssemos. “Aquele que crê em mim ainda que esteja morto viverá”. – “Eu sou o caminho a verdade e a vida”, disse Jesus. Aquele que põe nele a sua fé, que crê que ele morreu pelos seus pecados, este nunca morre longe de casa, morre fisicamente, mas ressuscita para viver eternamente e viverá eternamente com ele.

Por mais que o seu pai lhe ame ele não pode morrer no seu lugar, por mais que seu filho lhe ame ele não pode morrer em seu lugar, por mais que qualquer pessoa das suas relações lhe ame não pode morrer em seu lugar e você não pode morrer no lugar de ninguém, mas Deus ama você muito mais do que qualquer pessoa e providenciou alguém que morreu pelos seus pecados e, porque Jesus Cristo morreu por nós, porque sofreu a morte que era para nós, nenhum de nós precisa morrer longe de casa, nenhum de nós precisa ficar longe de casa.

Continuar longe do pai, indiferente, insensível ou com o coração endurecido é uma insensatez. Se você é um pródigo que ainda não voltou, alguém morreu no seu lugar, a sua morte é desnecessária, volte para casa, receba o senhor Jesus Cristo como salvador, de-lhe a sua vida e reconcilie-se com o pai. Não morra longe de casa

A presença Manifesta do Senhor Deus.

INTRODUÇÃO: Nós existimos para dar prazer a Deus, e fazemos isso através da adoração, da comunhão constante, da oração, praticando a presença de Deus aonde estivermos.
Nossa missão é glorificar e agradar ao Senhor em tudo, pela obediência, rendição total, amor incondicional, consagração, submissão ao Espírito Santo e à Sua Palavra. Quando isso acontece, Deus se manifesta de maneira sobrenatural, então, não precisamos falar nada, porque todos percebem a presença de Deus no meio de seu povo.

1) NOSSA MAIOR NECESSIDADE: A PRESENÇA MANIFESTA DE DEUS EM NOSSO MEIO (ÊXODO 33:9-11,15).
a) A presença de Deus deve ser o grito do nosso espírito, o suspiro de nossa alma, o desejo mais profundo de nosso coração – (Salmo 42:1,2).
b) Homens como Enoque, Noé, Abraão, Moisés, Josué, Samuel, Davi, Elias, Eliseu, Ezequiel, Daniel, estavam sempre tendo experiências com a presença manifesta de Deus…
c) A prática da presença de Deus é a maior necessidade do cristianismo hoje…
d) Nosso culto de adoração e celebração deve ser um encontro pessoal, face a face com Deus – (Êxodo 33:11; Heb. 10:19-23).
Exemplo: Jacó – (Gen. 32:24-30). Ex. O profeta Isaias ( Is. 6:1-8)
e) O Senhor Jesus prometeu estar presente sempre que nos reunirmos em Seu nome – (Mat. 18:20).
f) É pela presença de Jesus no meio da igreja que milagres acontecem, que pessoas são salvas, abençoadas, restauradas, libertas, curadas e os dons são manifestados…

2) NOSSA MAIOR TRAGÉDIA: PERDERMOS A PRESENÇA DE DEUS (Êx. 33:3).
a) O que nos separa de Deus é o pecado – (Is. 59:1,2; Êx. 33:3; II Cor. 13:5).
b) Culto sem a presença de Deus não tem vida, é baseado apenas na tradição religiosa, na cultura religiosa, no ritual, no formalismo de uma liturgia morta e vazia…
c) A maior tragédia do cristianismo atual é que na maioria das igrejas, Jesus não está presente em seus cultos…(Apocalipse 3:20). Ele está do lado de fora…
d) Dizem que o que leva um homem à ruína é dinheiro, sexo e poder. Eu quero discordar dessa afirmação, e dizer que o que leva um homem à ruína é ele perder a presença de Deus.
Exemplo: Sansão – (Juízes 16:19-21)
Exemplo: O rei Saul – (I Samuel 18:10-12)
e) Quando você perde a presença de Deus, você passa a ser um morto vivo (Apocalipse 3:1).
d) Se quisermos ver a presença manifesta de Deus entre nós, é preciso arrependimento sincero e honesto, retorno à Santidade, obediência a Deus e a Sua Palavra, humildade…(II Cro. 7:14).


3) NOSSO MAIOR ALVO: ATRAIR A PRESENÇA MANIFESTA DE DEUS (Êx. 33:14,15).
a) A busca pela presença manifesta de Deus, deve ser o maior clamor do nosso coração, o objetivo principal de nossas orações, o propósito de nossa adoração, a razão de estarmos juntos…(Isaías 64:1-3).
b) Deus tem prazer em manifestar-se no meio do Seu povo à igreja– (Atos 2:1-4; 4:31; 10:44-47).
c) Paulo não só atraía a presença de Deus em seus momentos de oração e adoração, como foi levado por Deus até o terceiro céu (II Cor. 12:1-4).
d) João ao ser visitado pela presença manifesta de Cristo, recebeu a maior revelação de todos os tempos – O Apocalipse. (Ap. 1:9-19).
e) Sempre que Jesus cultuava, Ele atraía a presença manifesta de Deus, o Pai – (Mat. 3:16,17; 17:1-5; Luc. 3:21,22; João 12:27,28).
f) Somos motivados a seguir o exemplo e os passos do Senhor Jesus (João 13:13-17; I Ped. 2:21; I João 2:6).

CONCLUSÃOPela presença manifesta de Deus nós somos dirigidos pelo Espírito Santo, podemos testemunhar com poder, podemos ter vitória sobre o pecado, o mundo, o diabo, e sobre a velha natureza.
É na presença de Deus que a adoração é verdadeira, a oração é ouvida, os milagres acontecem e a glória é revelada a todos.
“Se a tua presença não vai comigo, não nas faça subir daqui”. (Êx. 33:15).

Video do discurso do Pr. Silas e Malta contra PL 122

Vídeo: Pr. Malafaia e Sen Magno Malta discursam contra o PL 122 na CDH

O pastor Silas Malafaia discursou contra o Projeto de Lei 122 (que visa criminalizar a homofobia) na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa, no dia 29 de novembro. Para sua surpresa, membros favoráveis à aprovação deste projeto não estiveram presentes, dando margem à questionamentos sobre uma conduta covarde.
“Eu só lamento porque eu gostaria de ver aqui, eu gosto de falar cara a cara, olho no olho. Rapaz, nessa hora os caras correm. Estão com medo de que?”, disse o pastor em tom de protesto pela ausência dos que apóiam o PL 122.
Assista ao vídeo - clique aqui!
Senador Magno Malta discursa na audiência de votação do PL 122
Durante audiência para votação do PL 122, no dia 8 de dezembro, o senador Magno Malta se posicionou diversas vezes contra a aprovação deste projeto de lei. Em seu discurso, Malta evidenciou que já existem leis competentes para punir a discriminação e com belíssima argumentação foi ovacionado.
“Ninguém tem direito de ser intolerante com homossexual, como ninguém tem direito de ser intolerante com o católico, com o padre. Ninguém pode ir para avenida estampar uma faixa dizendo ‘se o papa engravidasse, aborto era sacramento’. Isso estava na passeata gay em São Paulo”, disse. “Não vivemos em um País homofóbico. Quem mata e agride homossexuais agride aposentados, quem mata homossexuais mata um portador de deficiência. O homem não pode requerer seus direitos criminalizando quem não concorda com ele. Esse projeto é criminalização de quem não concorda”, afirmou o senador.
Assista ao vídeo:

Deputado quer punição para quem pregar cura de Gays

Por: Verdade Gospel

Deputado quer punição para quem pregar ‘cura de gays’ na TV; Pr. Malafaia responde

O deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ), ex-ganhador do Big Brother Brasil 2005 disse em entrevista ao site UOL e à Folha que deve ser sancionada uma lei para padres e pastores que atacarem homossexuais em seus programas de TV e rádio e que promoverem campanhas de ‘recuperação’ ou ‘cura’ da homossexualidade.
Segundo ele, a punição deve ser estabelecida em lei. “A afirmação de que homossexualidade é uma doença gera sofrimento psíquico para a pessoa homossexual e para a família dessa pessoa”, disse. “Eu acho que tem que haver uma sanção. Eu quero que a gente compare, simplesmente, com outros grupos vulneráveis para saber se é bacana. Alguém que chegue e incite violência contra mulheres e contra negros, ou contra crianças nesse país… Vai ser bem aceito?”.
Jean Wyllys falou sobre o assunto no programa “Poder e Política – Entrevista” conduzido pelo jornalista Fernando Rodrigues.
O deputado afirmou que os religiosos “são livres para dizerem no púlpito de suas igrejas que a homossexualidade é pecado”. O problema seria o uso de concessões públicas para “demonizar e desumanizar uma comunidade inteira, como é a comunidade homossexual”. Ele também criticou mudanças feitas pela senadora Marta Suplicy (PT-SP)ao Projeto de Lei 122 de 2006, que propõe tornar crime atitudes homofóbicas – como já ocorre com o racismo no Brasil.
Segundo Wyllys, o texto apresentado por Marta “foi redigido pelo senador Demóstenes Torres (DEM-GO), que não é homossexual e, muito pelo contrário, não tem muita simpatia pela comunidade homossexual”.
O pastor Silas Malafaia comentou o episódio
“A verdade: quer nos calar a qualquer custo. Não suporta a crítica ao comportamento homossexual!!! Quer rasgar o art. 5 da constituição.
A mentira que ele diz: que os pastores promovem estes tipos de serviços nos seus cultos em dizer: ‘vocês homossexuais, venham para os nossos programas de terapia e de cura de homossexualidade’. Mentiroso de marca maior. Os pastores pregam a libertação de qualquer tipo de pecado. São os próprios homossexuais que pedem ajuda para serem libertos.
O medo de Jean Wyllys: uma consulta popular nas próximas eleições para o povo decidir se apoia ou não a união homoafetiva. Ele já sabe qual ė o pensamento da sociedade Brasileira: NÃO!
O que Jean Wyllys finge que não sabe:
1. Que ninguém nasce homossexual.
2. É uma questão comportamental, portanto não se pode comparar a racismo. Vamos ter que fazer leis para todos os comportamentos do ser humano.
3. Crime de injúria já esta previsto em lei seja para homossexuais, seja para heterossexuais.
4.Criticar homossexuais, evangélicos, ou seja lá quem quer que seja, é principio basilar do Estado Democrático de Direito.
Como tenho dito repetidas vezes: o grupo social mais intolerante da pós modernidade são os grupos homossexuais, que querem calar e criminalizar a opinião. É só ler o famigerado PLC 122 que ele defende, para confirmar todas as minhas palavras”, disse o pastor.
Nesta terça-feira, o pastor Silas Malafaia voltou a se manifestar sobre o assunto em seu Twitter; leia!
“A piada do fim de ano: Jean wyllys diz que sua Bíblia são as “clausulas pétreas da constituição cidadã.”
Mas uma vez fica provado a mentira desse cidadão. Ou ele apoia as clausulas pétreas da constituição ou ele apoia o PL 122.
O PL 122 que ele tanto defende, criminaliza a opinião e quer colocar na cadeia quem constrange filosoficamente um homossexual.
Veja o que diz o PL 122: § 5o O disposto neste artigo envolve a prática de qualquer tipo de ação violenta, constrangedora, intimidatória ou vexatória, de ordem moral, ética, filosófica ou psicológica;
Veja o que diz a constituição: art. 5 inciso VIII – ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;
O deputado está confuso. Contra fatos não há argumentos. Deputado, criticar conduta faz parte da democracia, e democracia não é crime.
O deputado Jean Wyllys quer determinar a hora, lugar, e o que os pastores podem falar.
Vai ver se eu estou na esquina “bobalhão”. Estou garantido pelas clausulas pétreas da constituição que você diz conhecer.
Dever de casa para Jean Wyllys: ler mil vezes o art. 5 da constituição para poder para de falar bobagem”, ironizou Malafaia.

terça-feira, 15 de novembro de 2011

EBD 2012

No primeiro trimestre de 2012, a Casa Publicadora das Assembleias de Deus (CPAD) oferecerá estudos bíblicos com o tema A Verdadeira Prosperidade: Vida Cristã Abundante, cuja autoria dos comentários é do Pr. José Gonçalves, sob a consultoria do Pr. Antonio Gilberto, para não fugir à praxe.

O blog Belverede se propõe a oferecer subsídios para as trezes lições dessa revista, esperamos que Deus nos permita escrever sobre este tema, aliás, já possuímos diversos artigos escritos. Para encontrá-los, basta ir ao ecrã de pesquisa e digitar as palavras-chaves.


01 – O Surgimento da Teologia da Prosperidade

02 – A Prosperidade no Antigo Testamento

03 – Os Frutos da Obediência na Vida de Israel

04 – A Prosperidade no Novo Testamento

05 – As Bênçãos de Israel e o que Cabe à Igreja

06 – A Prosperidade dos Bem-Aventurados

07 – Tudo Posso Naquele que me Fortalece

08 – O Perigo de Barganhar com Deus

09 – Dízimo e Oferta

10 – Uma Igreja Verdadeiramente Próspera

11 – Como Alcançar a Verdadeira Prosperidade

12 – O Propósito da Verdadeira Prosperidade

13 – Somente em Jesus Temos a Verdadeira Prosperidade

.Casamento Pós-Moderno.


http://jasielbotelho.blogspot.com

sábado, 5 de novembro de 2011

Polêmica: Malásia cria guia de sexo islâmico

Polêmica: Malásia cria guia de sexo islâmico

Na Malásia, país que em sua maioria é muçulmana, foi publicado um guia intitulado ” O sexo islâmico” e editado pelo ‘Clube das Mulheres Obedientes”, que recomenda que as esposas sejam ‘submissas na cama a fim de satisfazer o marido’. A publicação foi proibida, pois segundo seus críticos, ela continha ‘imagens degradantes’ do país, informa a imprensa local.
No manual contém conselhos práticos sobre o melhor jeito de ‘agradar o seu marido’ e afirma que a maioria das mulheres saciam apenas 10% das suas necessidades sexuais. Das páginas, em 115 delas, o texto aconselha para a mulher que ela seja ‘obediente’ e a fazer amor em grupo, junto com as outras mulheres do marido.
O livrou causou polêmica e uma série de protestos quando apareceu no país e muitos muçulmanos disseram que o livro mostrava imagens degradantes do país.
O Ministério do Interior proibiu a publicação do manual e mostrou que existia vínculos entre o “Clube das Mulheres Obedientes” e uma seita islâmica proibida Al Arqam, disse o jornal “The Star Daily”.
O “Clube de Mulheres Obedientes”, contaria com cerca de 800 integrantes , de acordo com a imprensa , não para de fazer polêmicas desde sua criação. “Eva foi criada porque Adão tinha certas necessidades. Os homens têm necessidades que não podem controlar. E se estas necessidades não são saciadas, os homens se voltam contra as mulheres. Assim Alá os fez”, declarou a vice-presidente do grupo, Rohaya Mohamad, em uma recente entrevista.

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Ricardo Gondim, O herege do ano!

Ricardo Gondim nega a volta de Cristo e se consagra como herege do ano!

  • digg
  • Share
Por Leonardo Gonçalves
A palavra “Maranata” (1Co 16.22) deriva-se da junção de duas palavras na língua aramaica, que unidas significam “o Senhor vem” ou “Vem, Senhor”. Na época do Velho Testamento, o Rei viajava para fazer justiça. Um mensageiro do rei ia adiante dele tocando a trombeta e advertindo o povo: “O Rei está vindo, Maranata!” Aqueles que esperavam por justiça desejavam a vinda do Rei. O povo da terra a ser visitada preparava-se para sua chegada, limpava e reparava os caminhos, demonstrando assim obediência e desejo de agradar ao Rei. A palavra parece ter sido usada como uma “senha” entre os cristãos da igreja primitiva em meio às perseguições, e provavelmente foi neste sentido usada pelo Apóstolo Paulo.
O uso da palavra entre os cristãos para identificar-se faz alusão à forte crença da igreja primitiva que esperava um retorno de Cristo literal. Esta crença estava tão presente nos dias dos primeiros cristãos, que Lucas registra em Atos dos Apóstolos:
“E, quando dizia isto, vendo-o eles, foi elevado às alturas, e uma nuvem o recebeu, ocultando-o a seus olhos. E, estando com os olhos fitos no céu, enquanto ele subia, eis que junto deles se puseram dois homens vestidos de branco. Os quais lhes disseram: Homens galileus, por que estais olhando para o céu? Esse Jesus, que dentre vós foi recebido em cima no céu, há de vir assim como para o céu o vistes ir”. (Atos 1.9-11)
Há ainda muitos outros textos que mencionam a vinda de Jesus e a esperança do crente (Mt 16.27; Lc 21.27, 34-36; 1Co 1.7,8; 1Ts 5.23; 1Tm 6.14). De fato, este era o evento mais aguardado pelos primeiros cristãos e a percepção da realidade deste evento e sua proximidade era uma espécie de combustível para aquela igreja. “Eis que ele vem com as nuvens. Todos os olhos o verão, inclusive aqueles que o transpassaram”, escreve o apóstolo João em Apocalipse. (Ap 1.7). Foi este mesmo apóstolo que registrou as alentadoras palavras do mestre:
“Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito; vou preparar-vos lugar. E, se eu for e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos tomarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também” (Jo 14.1-3)
Nada disso é novidade para o leitor da bíblia. Crer na segunda vinda de Jesus é um pilar básico do cristianismo sem o qual é impossível se identificar como cristão. Sei que a vasta maioria dos nossos leitores crê realmente na vinda de Cristo. Então, por que enfatizar deste modo a doutrina acerca da Segunda Vinda?
O que acontece é que o senhor Ricardo Gondim, um homem que se diz pastor, e que portanto deveria ser arauto de Deus e tal como o mensageiro do rei que foi descrito no primeiro parágrafo, anunciar o retorno do Salvador, chafurdou de vez na heresia e negou a realidade da vinda de Jesus, relativizando-a, chamando-a de utopia, e assim enveredou de vez no terreno dos falsos profetas. Para tal façanha, ele recorreu aos escritos de um apóstata alemão chamado Jurgen Möltmann, escatólogo de linha liberal do século XX. O pior de tudo é que ele fez isso em um congresso para pastores da Betesda, o que me leva a crer que esta igreja está se transformando em uma fábrica de hereges. A prova da incredulidade do sr. Gondim pode ser vista no vídeo à seguir:
;
Acerca deste acontecimento, o pastor Renato Vargens, escritor, palestrante e colunista deste blog, escreveu em seu blog pessoal: “o pastor da Assembléia de Deus Betesda adentrou por caminho de liberalismo teológico e apostasia”. “Negar essa doutrina é a perda do maior referencial de esperança da igreja. É levar a fé a um ponto de letargia que para nada mais serve”, disse o pastor Geremias do Couto, escritor, palestrante e teólogo pentecostal ontem no twitter.
Amigos, eu bem poderia escrever-lhes sobre a espúria teologia de Moltmann, mas deixarei isso para outra ocasião. Neste momento, basta dizer que a citação direta do texto de Moltmann e a aprovação da sua “Teologia da Esperança” (pois assim se chama o seu famoso livro de escatologia com tendências idênticas àquelas propostas pelo teísmo aberto ou teologia do processo), é a prova cabal de que Gondim há tempos deixou de beber nas fontes sagradas para embriagar-se das heresias de Charles Hartshorne, Jurgen Moltmann, Overback, etc. Gondim definitivamente trocou Jesus por Nietzsche, Paulo por Karl Marx, Pedro por Clark Pinnock e o céu pela terra.
Quanto à medonha afirmação de que o céu é uma utopia e que o Reino de Deus é apenas uma revolução realizada pelo homem neste mundo, deixo ao pastor Ricardo às palavras de Paulo em 1Coríntios 15.19:
“Se esperamos em Cristo só nesta vida, somos os mais miseráveis de todos os homens”.
Gondim, acorda! Você foi ordenado para ser arauto do rei, e não porta-voz do inferno!
Maranata.

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Um toque inesquecivel.

 O cap 5 de Marcos nos instruirá em alguma verdade.Na visão de um médico quando ele examina as vítimas. Tem:
1) Um homem endemoninhado que precisa de um grande psiquiatra
2) Uma mulher doente que precisa de um grande Médico
3) Uma menina morta que precisa de um grande Pediatra
Que cena de batalha nós temos; com os doentes, endemoninhado, e mortos. Mas, entra em cena o Grande Médico, Psiquiatra, e Pediatra. Seu nome é Jesus. Nesta mensagem, vamos observar a mulher doente que precisa de um grande médico.

Programa Gospel na Globo.

Ana Paula Valadão pode apresentar programa Gospel na Rede Globo em 2012

De olho no grande mercado musical evangélico, a Globo projeta o lançamento de um programa gospel para o ano que vem. Segundo informações exclusivas obtidas pelo NaTelinha, a atração seria voltada para a música evangélica e a Globo estaria sondando cantoras do meio gospel para comandarem a atração. A estreia de um conteúdo evangélico seria um acontecimento inédito na história da Globo. A “Santa Missa” é o único programa religioso exibido pela emissora carioca.
Outra atração evangélica, já confirmada pela Globo, será exibida como especial de fim de ano. O “Festival Troféu Promessas” será gravado no Aterro do Flamengo, no Rio de Janeiro, e exibido no dia 18 de dezembro das 13h às 14h10. Se apresentarão no evento o grupo Diante do Trono, Ludmila Ferber, Fernandindo, Fernanda Brum, Régis Danese, Pregador Luo, Eyshila, David Sacer e Damares.Além de apresentaçoes musicais, o “Festival Troféu Promessas” vai premiar os melhores grupos e cantores evangélicos que disputam em nove categorias. A escolha é dos internautas que votam pelo site www.trofeupromessas.com.br.
O mercado da música gospel
Na coletiva de imprensa do “Festival Troféu Promessas”, o diretor de núcleo da Rede Globo, Luis Gleiser, falou da importância da música gospel no cenário musical brasileiro.
Não podemos de maneira nenhuma ignorar as expressões da cultura do nosso povo. E a música evangélica é um fenômenos dessa imensa força que se expande sem cessar. Da mesma maneira abrimos para música sertaneja há 20 anos, e para a o rock brasileiro há 30, vamos fazer agora com a música gospel“, comentou Gleiser.
O maior fenômeno deste gênero musical na atualidade é o Ministério de Louvor e Adoração Diante do Trono. O grupo nasceu pela vontade do Pastor Márcio Valadão, líder da Igreja Batista da Lagoinha, que voltou de uma viagem a Índia em 1995 decicido a ajudar no combate a prostituição infantil naquele país.
Dois anos depois, em 1997, Ana Paula Valadão, filha de Márcio, lançou o “Ministério de Louvor e Adoração Diante do Trono”, que teria parte de seu lucro revertido às obras de combate a prostituição infantil na Índia. Em 2001, com o CD “Preciso de Ti”, o grupo vendeu mais de 2 milhões de discos. Ao longo de 14 anos de história, o Diante do Trono já vendeu mais de 15 milhões de CDs e DVDs.
Hoje, o Diante do Trono faz parte da Som Livre e a participação de Ana Paula Valadão no fim do ano passado no “Domingão do Faustão” chamou atenção da Globo pelo seu carisma e desenvoltura. Ana Paula seria uma das cantoras sondadas pela direção da emissora carioca para apresentar o programa gospel no ano que vem.
Outros artistas evangélicos também se destacam pela quantidade de CDs e DVDs vendidos. A cantora petencostal Cassiane, da Assembléia de Deus, lançou em 1999 o CD “Com muito Louvor” que vendeu mais de 2 milhões de cópias. Aline Barros já lançou mais de 15 discos e esteve na trilha sonora da novela “Duas Caras”, da Globo, em 2009. André Valadão, Ludmila Ferber, Fernanda Brum e Fernandinho também estão na lista dos cantores que venderam mais de 1 milhão de CDs e DVDs ao longo de suas carreiras.Polêmica
Quem parece não estar nada feliz com essa investida da Globo na música gospel é Edir Macedo. O líder da Igreja Universal do Reino de Deus e dono da Record teceu duras críticas a cantores evangélicos.
Em seu programa de rádio no último mês de setembro, Macedo disse que 99% dos cantores gospel são “endemoniados” e perturbados. “Quando vejo um crente fazendo sucesso por aí, é tudo emoção, não tem nada de Deus. Não vou errar se falar: 99% desse pessoal que canta por aí, é tudo endemoniado, tudo perturbado”, disse o bispo.
Já Ana Paula Valadão virou alvo de outros pastores da Universal, que exibiram na IURD TV um vídeo da cantora caindo no chão após oração de um pastor finlandês, que colocou as mãos sobre ela. No Twitter, o irmão de Ana Paula, André Valadão, rebateu dizendo que a Universal é uma seita. “Não tenho dificuldade em falar sobre a IURD afinal, #IgrejaUniversalNãoéEvangélica @BispoMacedo o Macalister não te ensinou o que tens feito”, escreveu. Saiba Mais!
A própria cantora, também por meio do Twitter, rebateu diretamente as acusações de Macedo e seus pastores. “Interessante ser criticada por me render de corpo e alma em adoração na presença de Deus… até me regozijo por isso; não me deixarei intimidar”, postou.

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Crer contra a Esperança.

Introdução:
Em uma visão celestial, Abraão orou à Deus sobre o assunto que o perturbava. Ele foi engrandecido porque conhecia o segredo de uma oração vitoriosa.
Se quisermos alcançar o mesmo sucesso de Abraão, temos que aprender também os elementos que compõe uma vida de oração.

1.A promessa: ( v.1 e 4).

Para ser eficaz, a fé deve contar, primeiramente, uma promessa de Deus, na qual possa ancorar-se . A Bíblia contém várias promessas e temos também as palavras proféticas

2.O pedido: ( v.2 ).

Nada tendes, porque não pedis (Tg 4.2b) – Precisamos pedir para poder receber

3.A fé: ( v.6).

Abraão creu na promessa de Deus, mesmo que para sua realização, fosse necessário um milagre.

4.A oposição de satanás: (v. 11 e 12).

O inimigo do homem é o diabo, que se opõem fortemente as orações de DEUS.
Aves na simbologia bíblica representam o diabo, disposto a roubar a palavra ou a fé na promessa (Lucas 08:05 e 12).
Abraão resistiu e expulsou aqueles carniceiros;
Devemos nos submeter à DEUS, resistir ao diabo, ele fugirá de nós.
Marcos 16:l7 Em meu nome expulsarão os demônios.
Grande espanto e grande escuridão caíram sobre ele, simbolizando os poderes das trevas, que tentavam se colocar entre o patriarca e DEUS

5.Demora na resposta: (v. 13).

Uma das promessas demoraria ainda 400 anos)
Abraão já tinha sofrido pela grande demora no cumprimento da promessa
Algumas orações, dependendo do caso, requerem um tempo certo para seu cumprimento.
Muitas pessoas falham nesse ponto, pelo fato de ficarem impacientes em relação à resposta e finalmente desistem
Dessa maneira perdem a benção que deveria ser delas, após algum tempo

6.Intervenção de Deus: (v.17).

O grande espanto e grande escuridão que caíram sobre Abraão, foram dissipadas por uma tocha de fogo que passou por aquelas metades.
Deus interveio e honrou a fé de Abraão.

7.Cumpriemento: ( v. 18).

Quando Abraão creu, DEUS então considerou o assunto encerrado
À tua semente tenho dado (tempo verbal que indica ação já iniciada) esta terra.(v.18)
Realmente 400 anos mais tarde Israel entrou e apossou da terra.
Conhecendo esses princípios de uma vida de oração, Abraão mudou o curso, tanto da sua história como a de gerações posteriores à sua.
Não importa o tempo que devemos esperar, o que importa é que as promessas de Deus vão seu cumprir , pois Aquele que prometeu é Fiel para cumprir todas as promessas.

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Os 493 Anos da Reforma Protestante.


Martinho Lutero

Em 31 de Outubro de 1517, Martinho Lutero afixou na porta da capela de Wittemberg 95 teses que gostaria de discutir com os teólogos católicos, as quais versavam principalmente sobre penitência, indulgências e a salvação pela fé. O evento marca o início da Reforma Protestante, de onde posteriormente veio as Igrejas Protestantes, e representa um marco e um ponto de partida para a recuperação das sãs doutrinas.

A Rede Globo Promoverá Show Gospel

A atração será realizada no dia 10 de dezembro no Aterro do Flamengo, Rio de Janeiro

No dia 10 de dezembro, a Globo promove na cidade do Rio de Janeiro, o Festival Promessas, um evento que promete ser uma das maiores apresentações da música gospel do Brasil. A atração será exibida na emissora no dia 18 de dezembro, dentro da programação especial de final de ano.
Entre os nomes cotados para o festival estão o grupo Diante do Trono, David Sacer, Fernanda Brum, Fernandinho, Regis Danese, Damares, Ludmila, Pregador Luo e Eyshila, que vão louvar para milhares de fãs no Aterro do Flamengo.
“O gênero gospel já tem estado pontualmente em vários de nossos programas de entretenimento, como Domingão do Faustão e TV Xuxa. Com o Festival Promessas, queremos mostrar um arco mais abrangente da diversidade e força dessa música aos nossos telespectadores”, afirmou Luiz Gleiser, diretor de núcleo da Globo.

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Satanás entre os Santos.


"Certo dia os anjos vieram apresentar-se e Satanás também veio com eles" (Jó 1.6).


É inútil perguntar que dia foi esse - talvez tenha sido um sábado especial guardado tanto na terra como no céu, um dia de convocação solene. Nos primeiros tempos, os piedosos se reuniam com seu Senhor como seu centro. Tanto no céu como na terra, eles se reúnem assim: a comunhão dos santos é uma. Ai de nós! Como entrou logo o mal junto com os justos! Não era necessário que o diabo tivesse estado no céu, mas olhando para baixo a partir do céu o Senhor viu Satanás se misturando com aqueles que o adoravam, e ele tinha uma palavra para ele. Numa congregação bem-ordenada até os maus têm sua posição.
Pela presença de Satanás entre os filhos de Deus nós aprendemos:
I- Tirando Lição do Cerimonial.
a)Os Santos estava reunidos nos Céus (lugar puro).
b)Os Santos eram anjos (Seres eleitos).
c)O próprio Deus estava presente (O Eu Sou).
*Bem observe que no mais santo de todos tabernáculo Satanás esteve presente, que imagina você, que ele não tem participado dos nosso cultos?
II- Jesus e Seus Discipulos.
a) Santanás foi capaz de aparecer a Jesus, quando foi levado pelo o "Espírito" ao deserto.
b) Esteve usando O discipulo da bolsa (Judas). disse Jesus:"Um de vós é o diábo".
c)Usou O discipulo intrépido (Pedro). "...isso nunca vai acontecer com o Senhor".
*Ele foi capaz de introduzir no maior e mais paradigmático dos ministérios, imagine ai se ele desistiu nos dias chamado hoje?
III-Nos Dias Chamado Hoje.
a) Quantos são os cultos sem alma e sem verdade.
b) Satan e os Minístros (Estrelas) de corações cimentados.
c) Oremos para ue nós não sejamos novos judas
d) Que tenhamos a sorte de Pedro, repreendido! tornou-se pregador do Pentencoste.
Conclusão:
Lutero estava em grande perigo de ser apunhalado por um judeu; mas um amigo lhe mandou um retrato do assassino, e assim ele ficou prevenido. Nós deveríamos ficar prevenidos por sermos avisados de antemão. O grande inimigo não pode agora lançar-se sobre nós de súbito enquanto estamos ocupados com nossas devoções, pois não estamos desavisados de seus estratagemas. Somos mandados vigiar além de orar, para vigiar tanto como orar, para vigiar antes de orar, e vigiar quando nós oramos.

O Principe dos Pregadores


Charles Haddon Spurgeon
Um dos maiores pregadores de todos os tempos


Houve época em que o simples fato de optar pela religiăo evangélica equivalia a colocar a cabeça a prêmio. No século 15, Carlos V, o imperador espanhol, queimou milhares de evangélicos em praça pública. Seu filho, Filipe II, vangloriava-se de ter eliminado dos países baixos da Europa cerca de 18 mil "hereges protestantes". Para fugir da perseguiçăo implacável, outros milhares de cristăos foram para a Inglaterra. Dentre eles, estava a família de Charles Haddon Spurgeon (1834-1892), o homem que se tornaria um dos maiores pregadores de todo o Reino Unido. Charles obteve tăo bom resultado em seu ministério evangelístico que, além de influenciar geraçơes de pastores e missionários com seus sermơes e livros, até hoje é chamado de Príncipe dos pregadores.

O maior dos pecadores
Certa noite, porém, uma tempestade de neve impediu que o pastor de uma igreja local pudesse assumir o púlpito. Um dos membros da congregaçăo - um humilde sapateiro - tomou a palavra e pregou de maneira bem simples uma mensagem com base em Isaías 45.22a: Olhai para mim e sereis salvos, vós todos os termos da terra. Desprovido de qualquer experiência, o pregador repetiu o versículo várias vezes antes de direcionar o apelo final. Spurgeon năo conteve as lágrimas, tamanho o impacto causado pela Palavra de Deus.

Início de uma nova caminhada
Localizada em uma área metropolitana, Park Street Chapel havia sido uma das maiores igrejas da Inglaterra. No entanto, naquele momento, o edifício, com 1.200 lugares, contava com uma platéia de pouco mais de cem pessoas. A última metade do século 19 foi um período muito difícil para as igrejas inglesas. Londres fora industrializada rapidamente, e as pessoas trabalhavam durante muitas horas. Năo havia tempo para as pessoas se dedicarem ao Senhor. No entanto, Spurgeon aceitou sem temor aquele desafio.

Tamanha audiência
- O sermăo inaugural de Spurgeon, naquela enorme igreja, ocorreu em 18 de dezembro de 1853. Havia ali um grupo de fiéis que nunca cessou de rogar a Deus por um glorioso avivamento. No início, eu pregava somente a um punhado de ouvintes. Contudo, năo me esqueço da insistência das suas oraçơes. As vezes, parecia que eles rogavam até verem a presença de Jesus ali para abençoá-los. Assim desceu a bênçăo, a casa começou a se encher de ouvintes e foram salvas dezenas de almas, lembrou Spurgeon alguns anos depois.
Nos anos que se seguiram, o templo, antes vazio, năo suportava a audiência, que chegou a dez mil pessoas, somada a assistência de todos os cultos da semana. O número de pessoas era tăo grande que as ruas próximas à igreja se tomaram intransitáveis. Logo, as instalaçơes do templo ficaram inadequadas, e, por isso, foi construído o grande Tabernáculo Metropolitano, com capacidade para 12 mil ouvintes. Mesmo assim, de três em três meses, Spurgeon pedia às pessoas, que tivessem assistido aos cultos naquele período, que se ausentassem a fim de que outros pudessem estar no templo para conhecer a Palavra.
Muitas congregaçơes, um seminário e um orfanato foram estabelecidos. Com o passar do tempo, Charles Spurgeon se tornou uma celebridade mundial. Recebia convites para pregar em outras cidades da Inglaterra, bem como em outros países como França, Escócia, Irlanda, País de Gales e Holanda. Spurgeon levava as Boas Novas năo só para as reuniơes ao ar livre, mas também aos maiores edifícios de 8 a 12 vezes por semana.
Segundo uma de suas biografias, o maior auditório em que pregou continha, exatamente, 23.654 pessoas: este imenso público lotou o Crystal Palace, de Londres, no dia 7 de outubro de 1857, para ouvi-lo pregar por mais de duas horas.

Sucesso
As pessoas que ouviam Spurgeon, naquela época, faziam consideraçơes sobre ele que deixariam qualquer evangélico orgulhoso.
O jornal The Times publicou, certa ocasiăo, a respeito do pastor inglês: Ele pôs velha verdade em vestido novo.

 Já o Daily Telegraph declarou que os segredos de Spurgeon eram o zelo, a seriedade e a coragem.

 Para o Daily Chronicle, Charles Spurgeon era indiferente à popularidade; um gênio, por comandar com maestria, uma audiência.

 O Pictorial World registrou o amor de Spurgeon pelas pessoas.

Importância - O amor de Spurgeon tinha raízes. Casou-se em 20 de setembro de 1856 com Susannah Thompson e teve dois filhos, os gêmeos năo-idênticos Thomas e Charles. Fazíamos cultos domésticos sempre; quer hospedados em um rancho nas serras, quer em um suntuoso quarto de hotel na cidade. E a bendita presença do Espírito Santo, que muitos crentes dizem ser impossível alcançar, era para nós a atmosfera natural. Vivíamos e respirávamos nEle, relatou, certa vez, Susannah.
A importância de Charles Haddon Spurgeon como pregador só encontra parâmetros em seus trabalhos impressos. Spurgeon escreveu 135 livros durante 27 anos (1865-1892) e editou uma revista mensal denominada A Espada e a Espátula. Seus vários comentários bíblicos ainda săo muito lidos, dentre eles: O Tesouro de Davi (sobre o livro de Salmos), Manhă e Noite (devocional) e Mateus - O Evangelho do Reino. Até o último dia de pastorado, Spurgeon batizou 14.692 pessoas. Na ocasiăo em que ele morreu - 11 de fevereiro de 1892 -, seis mil pessoas leram diante de seu caixăo o texto de Isaías 45.22a: Olhai para mim e sereis salvos, vós todos os termos da terra.

A Morte de Kadhafi

Curiosos fotografam o corpo de
 Kadhafi com telefones celulares
 (AFP, Mahmud Turkia)
 
 
SIRTE, Líbia — O coronel Muamar Kadhafi foi morto durante a batalha de Sirte, sua cidade natal e último reduto de suas forças, anunciaram as novas autoridades líbias, que agora poderão anunciar a libertação total da Líbia após oito meses de um conflito sangrento.
"Anunciamos ao mundo que Kadhafi morreu nas mãos dos revolucionários", declarou o porta-voz do Conselho Nacional de Transição (CNT), Abdel Hafez Ghoga. "É um momento histórico, é o fim da tirania e da ditadura. Kadhafi cumpriu seu destino", acrescentou.
Após divulgar a notícia esperada por tantos líbios, o CNT anunciou também que em breve, no mais tardar nesta sexta-feira, proclamará a libertação da Líbia.
"Felicito o povo líbio por este dia histórico e o convoco nesta ocasião para deixar de lado os rancores e a proclamar com uma só voz 'Líbia, Líbia, Líbia'", declarou o chefe executivo do organismo, Mahmud Jibril, acrescentando que posteriormente serão dados maiores detalhes sobre a morte do ex-ditador.
Enquanto milhares de líbios saíam às ruas de Benghazi, Misrata e Trípoli para festejar a morte de Kadhafi, com disparos para o ar, buzinaços e dançando de alegria, líderes ocidentais saudaram o fim da guerra na Líbia com a morte do ditador.
A AFP obteve e difundiu uma foto de Kadhafi, de 69 anos, tirada por um combatente e na qual se via seu rosto coberto de sangue. A imagem foi capturada com um celular.
"Kadhafi foi preso. Está gravemente ferido, mas ainda respira", declarou na ocasião Mohamed Leith, comandante das forças do novo regime à AFP.
Um vídeo difundido por televisões árabes posteriormente mostrou um Kadhafi ensanguentado e ainda com vida e caminhando, enquanto era levado aos empurrões pelos combatentes do novo regime que o prenderam aparentemente dentro de uma manilha.
Os milicianos cercavam o líder derrubado, que sangrava na cabeça, no rosto e nos ombros. Um combatente parecia apontar uma pistola contra a cabeça do ditador, segundo o vídeo difundido pela Al Jazeera e Al Arabia.
Kadhafi havia se refugiado em Sirte depois da queda de Trípoli em 23 de agosto, com suas últimas tropas leais, alguns de seus filhos e assessores.
Em sua cidade, Kadhafi, que governou a Líbia com mão de ferro durante 42 anos, resistiu durante mais de um mês.
A guerra civil de 8 meses, que contou com a ajuda-chave da Otan, cobrou mais de 25.000 vidas.
Um dos filhos de Kadhafi, Muatassim, também foi morto na mesma cidade, segundo Mohamed Leith, comandante das forças do novo regime.
"Nós o encontramos morto. Colocamos seu corpo, assim como o de (ex-ministro da Defesa) Abubakr Yunes Jaber em uma ambulância para levá-los para Misrata", acrescentou.
O líder do CNT, Jibril, informou que outro filho de Kadhafi, Saif al Islam, está cercado em uma aldeia próxima de Sirte.
"Ainda acontecem combates em Wadi al-Ater. Os revolucionários atacaram um comboio armado. Suspeitamos que Saif possa estar neste comboio", indicou, referindo-se à última figura do regime deposto, considerado herdeiro político de seu pai.
Seif al Islam é acusado de crimes contra a humanidade pela Corte Penal Internacional, que nesta quinta-feira voltou a insistir para que se entregue e enfrente a justiça.
Depois de dois messes de cerco, os homens fieis a Kadhafi se viram encurralados num bairro de Sirte, chamado Nº 2, de menos de 1 km2.
A cidade costeira foi devastada pelos combates que deixaram dezenas de mortos desde que foram lançados pelas tropas da CNT em 15 de setembro. Nenhum edifício ficou intacto, inúmeras ruas estão totalmente inundadas e as estradas, obstruídas.
O ministro francês da Defesa, Gérard Longuet, anunciou que aviões franceses identificaram e pararam o comboio em que viajava Kadhafi, mas esclareceu que este comboio não foi destruído pela intervenção francesa. Este comboio também teria sido atacado por um drone (avião sem piloto) americano, segundo o Pentágono.
Os principais líderes mundiais imediatamente expressaram seu desejo de que a morte do ex-homem forte líbio permita que a Líbia avence para um futuro pacífico e democrático.
O primeiro comentário a respeito da morte do ditador foi do chefe do governo italiano, Silvio Berlusconi, ex-aliado de Kadhafi.
"A guerra acabou. 'Sic transit gloria mundi' (Assim passa a glória do mundo)", comentou 'il Cavalieri', em latim.
O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, afirmou a morte de Kadhafi marca "o final de um capítulo longo e doloroso para os líbios", e pediu às novas autoridades de Trípoli que construam um país "democrático e tolerante".
"Os líbios têm, a partir de agora, a chance de poder determinar seu próprio destino em uma Líbia nova e democrática", declarou.
O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, por sua vez, disse que a notícia marca uma transição histórica para a Líbia.
"Vamos reconhecer que isto é apenas o princípio do fim. O caminho pela frente para a Líbia e seu povo será difícil e cheio de desafios. Agora é o momento para que todos os líbios se unam. Este é um momento de reconstrução e de cura, para a generosidade de espírito, não de vingança", disse o chefe da ONU.
Para o secretário-geral da Otan, Anders Fogh Rasmussen, a morte de Kadhafi põe fim a 42 anos de um reino de terror.
"A Líbia pôde pôr um ponto final em um longo e sombrio capítulo de sua história, e virar a página", enfatizou.
Já o presidente francês, Nicolas Sarkozy, um dos mais fervorosos patrocinadores da intervenção internacional na Líbia, saudou o "desaparecimento de Muamar Kadhafi como um grande passo na libertação da Líbia", enquanto o primeiro-ministro britânico David Cameron recordou as vítimas de Kadhafi, a quem classificou de "ditador brutal"

 

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

A Ação Social Na AD da Consolação

Ação Social Na AD da Consolação.

    Neste último dia 09 Outubro aconteceu  na  AD da
 Consolação uma grande  ação  solidaria,   as Irmãs
 Cida Mota e Ana Lécia, mobilazaram juntas com outras irmãs da AD Consolação uma venda marmitex, onde o dinheiro arrecadado seria transformado em Cestas Básica e assim foi.
Bem, as irmãs Cida e Ana Lécia buscaram ajuda de alguns irmãos que de muito bom coração doárão os alimentos para a formação das marmitex. O Pr. Mateus Neres foi um grande incentivador junto com os Obreiros local.
Essa ação promoveu Cestas pra 19 familias, que estão passando por situação desemprego no momento.
Esperamos que outras pessoas nas suas comunidades possam tomar tal exemplo de amor ao próximo, "imagino quantas pessoas estão sem o pão na sua mesa agora" diz a irmã Cida ao Blog Tratado Teológico.
   As irmãs Solidarias, parabenizam as irmãs e irmãos em Cristo: Nice Guerra, Noeme, Elian (Biliu), o irmão Santana o Conferencista Weliton Mota e demais que de forma direta e indireta ajudou essas 19 familias, "Sem Cristo e tais pessoas não seria possível".
O Tratado Teólogico louva atitude de tais pessoas, pois em um tempo de egocêntrismo tão patente, surge pessoas que procuram cumprir o maior de todos mandamentos: "Amai o seu proximo com a ti mesmo". 


terça-feira, 18 de outubro de 2011

Lésbicas inauguram a Comunidade Cidade de Refúgio

68 comments

Quem nunca ouviu falar de Lanna Holder, a queridinha de vários “púlpitos famosos” no Brasil e no exterior.
A bomba agora explodiu de vez, o reator da usina vazou deixando pasmados novamente seus admiradores e fiéis seguidores.  Centenas de pastores mundo afora terão de subir em seus púlpitos para dar explicações as suas comunidades.
Ela fez fama e conquistou admiradores com seu testemunho de conversão, onde afirma que era lésbica e viciada em drogas. Conquistou dinheiro e fama aqui e em outros países. Centenas de ministérios disputavam “a tapas” a presença da carismática Lanna em seus púlpitos. Em pouco tempo ela se transformou numa espécie de “avatar da sorte” para quem queria manter sua congregação lotada.
Em 2002 ela abandonou o marido e envolveu-se em uma relação homossexual com a dirigente de louvor da World Revival Church – Assembléia de Deus de Boston, nos Estados Unidos.


A multidão de fiéis que consumiam com voracidade fitas e vídeos com pregações da missionária assistiram atônitas sua derrocada espiritual. 
Lanna ganhou muito dinheiro comercializando seu falso testemunho




Exatamente ela que fez fama com o testemunho de ex parece agora protagonizar aquele versículo que diz: “Deste modo sobreveio-lhes o que por um verdadeiro provérbio se diz: O cão voltou ao seu próprio vômito, e a porca lavada ao espojadouro de lama”.2 Pedro 2:22.
 Lanna Holder se afastou dos púlpitos, sofreu um seríssimo acidente de carro que quase ceifou sua vida, fez um voto ao Senhor e foi curada de uma lesão grave no coração.
Após seis anos de reclusão voltou aos púlpitos, os convites logo chegaram de todas as partes, do Brasil, dos EUA e da Europa. Tudo parecia ir bem até pouco tempo.
Não demorou e a desconfiança de alguns veio a revelar-se verdadeira. Lanna Holder , a ex lésbica e viciada, depois convertida e restaurada, (segundo seu próprio testemunho), volta a prática do homossexualismo, envolve a Igreja de Cristo em um terrível escândalo, se arrepende , faz votos ao Senhor, tem seu ministério restaurado e, agora, novamente volta as mesmas práticas.
Isso mesmo meus irmãos, a ex,ex,ex alguma coisa, agora assumiu de vez sua opção pelo pecado do homossexualismo. Juntamente com a “pastora” Rosania Rocha ela acaba de inaugurar em São Paulo a “Comunidade Cristã Cidade de Refúgio”, uma espécie de “igreja arcabouço” para gays e lésbicas praticarem sua espiritualidade, agora com a consciência anestesiada pelas pregações de Lanna.

A Corsa, Um Tipo do Cente

A Corsa, Um Tipo do Cente

Introdução:          Temos a  tratar  a  luz  do  Salmo 42:1
uma         passagem        um        tanto        interessante,
que    nos     serve    de     inspiração    para    a   nossa
caminhada       espiritual       vejamos       que       lições
tiramos deste verso.

I- A Corsa é considerado um Animal Limpo.

a) Veja o que diz Deuteronômio 14.5.
b) A ordenança de Deus
c) A Corsa servia de alimentação para o Rei (1Rs 4.23).

II- A Corsa e a sua velocidade. (2Sm. 22.34)

a) Exemplos para os coxos (Is 35.6)
b) Exemplos de amor (Pv. 5.19)
c) Andando em lugares altos (2Sm 22.34 b).

III- A Corsa e as corrente das águas.

a) No Rio ela sacia sua Sêde.
b) A Corsa refrigera seu pêlo nas águas dos Rios.
c) O rio como refúrgio contra os Predadores.

IV- A Corsa e o perigo de sair do Rio.

a) A Corsa torna-se lenta ao sair do Rio
b) O Pêlo produz um Odor.
c) O predador (Leão) sente o Odor a 42 km.

Conclusão:  A  corsa   sem   dúvida   um  tipo  do  crente,
que   possamos   tomar   lições  deste  formidavél   animal
em que o salmista se inspirou para tomar lições poderosas
para seu viver. 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...